17/11/2015 Ivete Costa

Vamos nos conhecer? é um ensaio sobre autoconhecimento. Reflexões sobre a arte de conhecer melhor a si mesmo. Uma arte que não cessa, infinita e que todos sao chamados. Faz parte da nossa evolução. Experimento a vida pela janela do apartamento Acreditando que conhecer é saber Folheando, devorando páginas de livros e artigos de Internet Confundindo virtual com real Racionalizando o amor Mistificando a vida Rituais me fazem crer que “tudo ficará bem” Que basta um toque mágico de alguém “especial” Confio, espero, me entrego Sinto alívio, volto a sorrir O tempo passa Na próxima curva, encontro-me com o sofrimento novamente…

22/10/2015 Ivete Costa

Autoconhecimento: Diferencial de Sucesso já é uma realidade! Conhecer melhor a si mesmo e sua empresa! O impacto que a globalização, a crise e os avanços tecnológicos vem gerando na vida de indivíduos e empresas, torna mais evidente a necessidade do autoconhecimento para adaptação a essas mudanças externas. O desenvolvimento de competências empreendedoras por meio de estratégias apropriadas evidencia que conhecimentos, atitudes e habilidades empreendedoras podem ser incorporados ou desenvolvidos através da aprendizagem e treinamento. Há muitos talentos latentes e não explorados em nós. Um desperdício de criatividade, intuição e diferencial que somente o autoconhecimento nos possibilita acessar. O perfil…

16/10/2015 Ivete Costa

A inflamação é uma resposta dos organismos vivos a uma agressão sofrida. É uma maneira do organismo exteriorizar, como um aviso, a agressão. Inflamação deriva do latim inflammatio, que significa, atear fogo. Ao fazermos um paralelo com relação aos nossos estados emocionais e mentais, podemos observar que, muitas vezes, estamos em “estado inflamatório”. A “inflamação emocional e mental” é uma resposta da nossa Alma a uma agressão externa e, na maioria das vezes, interna. Como assim? Quantas vezes durante o dia nós dizemos sim, querendo dizer não? Quantas vezes nos sentimos magoados e ficamos ressentidos durante anos? Raiva que não…

14/10/2015 Ivete Costa

A palavra “trauma”, do ponto de vista semântico, vem do grego trauma, cujo significado é “ferida”. Em geral, o trauma psicológico é produzido a partir da vivência de uma experiência dolorosa, angustiante e crítica, podendo alterar a personalidade e o comportamento do indivíduo e transformar sua vida de forma marcante. Alguns indivíduos desenvolvem TEPT (transtorno pós-traumático) e outros, aparentam resiliência aos mesmos eventos estressores. O que podemos aprender com isso? Descubra o seu poder de superação! A dor é proporcional à interpretação que damos aos fatos, somado aos sentimentos semelhantes ocorridos anteriormente. Várias pessoas podem passar pelo mesmo evento traumático, porém,…

30/09/2015 Ivete Costa

Um ensaio sobre as curvas e os labirintos do reencontro consigo mesmo, do autoconhecimento. Agora me vejo, refere-se ao momento em que podemos olhar para nós com os nossos olhos, sem críticas ou julgamentos, com compaixão, acolhendo nossa luz e nossa sombra! Experimento a vida pela janela do apartamento Acreditando que conhecer é saber Folheando, devorando páginas de livros e artigos de Internet Confundindo virtual com real Racionalizando o amor Mistificando a vida Rituais me fazem crer que “tudo ficará bem” Que basta um toque mágico de alguém “especial” Confio, espero, me entrego Sinto alívio, volto a sorrir O tempo…

19/08/2015 Ivete Costa

Precisa decidir, mas não sabe o que fazer? Confira algumas dicas que podem ajudá-lo na tomada de decisão! Decidir pode gerar ansiedade, medo, preocupação e até mesmo angústia. Mas, a vida não pára e decidir é preciso. Muitas pessoas “escolhem” não escolher, sem se dar conta de que essa é, também, uma escolha e pode trazer consequências desastrosas. Existe a decisão “certa”? Por medo de errar, ficamos indecisos. Mas o que é a decisão certa? Creio que existe a decisão mais adequada para o momento, que tem a ver com o que você pode dar conta. Não adianta decidir por…

10/08/2015 Ivete Costa

A maneira como lidamos com nossas emoções, tem um impacto muito grande na nossa saúde física, emocional e mental. Vamos refletir sobre o que drena sua energia e como você pode começar agora mesmo a fechar essa torneira e encontrar maneiras de se nutrir, ganhar mais energia, ao invés de perder! Você com você O tipo de pensamento que você alimenta te conduzem na direção dos seus objetivos? Ou são pensamentos destrutivos do tipo: “Não adianta”, “Eu não vou conseguir”, “Isso não é pra mim”. Ou ainda, pensamentos de vitimismo e incapacidade? Só você têm o poder de escolher que…

30/07/2015 Ivete Costa

Sintonize sua força interior e viva com mais leveza  e confiança! Quem é que nunca enfrentou uma crise? Pode ser por conta de desemprego, perda, separação, sobrecarga ou outra situação que nos deixa com a sensação de impotência, perdidos, sem saber que rumo tomar ou decidir. Sabemos que, para ter êxito, é preciso confiar na própria capacidade, acreditar na força interior, que é possível encontrar uma saída. Mas, nem sempre a nossa confiança está em alta e, às vezes, não conseguimos vencer o medo, o sentimento de incapacidade nos atormenta e com ele vem a culpa e a auto-censura nos…

23/07/2015 Ivete Costa

Vamos falar do Tipo 7 Organizador e seu gosto pela ordem, atenção aos detalhes, e persistência. Roberto Assagioli, fundador da Psicossíntese, consegue ser preciso, altamente didático e profundo ao descrever os tipos de personalidades. Nos convida a voltar a atenção para as motivações internas e não apenas para os comportamentos, mas o que nos motiva a agirmos de determinadas formas. Chama nossa atenção para olharmos amplamente o nosso modo de estar presente no mundo, nossa participação nos grupos e filosofia de vida. É uma proposta dinâmica que nos mostra como podemos superar os limites do “nosso tipo psicológico” e desenvolver as qualidades…

23/07/2015 Ivete Costa

Vamos falar do Tipo 6 Devoto-Idealista e devoção a um ideal. Roberto Assagioli, fundador da Psicossíntese, consegue ser preciso, altamente didático e profundo ao descrever os tipos de personalidades. Convida-nos a voltarmos a atenção para as motivações internas e não apenas para os comportamentos, mas para o que nos motiva a agirmos de determinadas formas. Chama nossa atenção para olharmos amplamente o nosso modo de estarmos presentes no mundo, nossa participação nos grupos e nossa filosofia de vida. É uma proposta dinâmica que nos mostra como podemos superar os limites do “nosso tipo psicológico” e desenvolver as qualidades e potencialidades presentes…