23/07/2015 Ivete Costa 0Comment

Tipo 3 Ativo Prático

Vamos falar do Tipo 3 Ativo Prático e sua inteligência e praticidade

Roberto Assagioli, fundador da Psicossíntese, consegue ser preciso, altamente didático e profundo ao descrever os tipos de personalidades. Convida-nos a voltarmos a atenção para as motivações internas e não apenas para os comportamentos, mas para o que nos motiva a agirmos de determinadas formas. Chama nossa atenção para olharmos amplamente o nosso modo de estarmos presentes no mundo, nossa participação nos grupos e nossa filosofia de vida.

É uma proposta dinâmica que nos mostra como podemos superar os limites do “nosso tipo psicológico” e desenvolver as qualidades e potencialidades presentes no Self.

Um convite carinhoso para autoavaliação isenta de culpas, julgamentos ou críticas, mas com boa vontade para vencer os vícios de comportamento, abandonar velhas e limitantes crenças e entrar em contato com a força interior e colocar em prática o que há de melhor em nós.

Qual a tarefa para cada tipo psicológico?

  1. Expressão: aceitar o tipo a que pertence; somente através do uso sábio de nossas verdadeiras qualidades poderemos libertar-nos das limitações.
  2. Controle: corrigir os excessos do tipo psicológico a que pertencemos.
  3. Harmonização: cultivar as faculdades ainda não desenvolvidas do nosso tipo psicológico.

Tipo 3 – Ativo Prático

A qualidade fundamental que caracteriza esse tipo é a atividade inteligente. São intensamente práticos. Possuem uma capacidade inata de manipular a matéria e submetê-la a diversos usos. Transformam pensamentos e conceitos em realidade. Alto poder de materialização. Perspicazes e bem sucedidos na construção, manutenção ou reparo de objetos.

A meta de seus maiores esforços é o dinheiro. Segue em busca de atividades que garantam prosperidade e sucesso material.

O tipo anterior, o Amoroso, quer dinheiro e outras posses para seu prazer, conforto, segurança; seu desejo é obter essas coisas sem esforço ou preocupação, seja por herança, presente ou sorte. O tipo Ativo-Prático, ao contrário, está interessado no processo de fazer dinheiro, no jogo de lidar com o dinheiro em negócios, nas transações bancárias, etc. Ele aprecia o dinheiro como um símbolo que traduz sua capacidade, seu sucesso e seu “valor social”.

Esse tipo é extrovertido; as suas emoções demonstram reações imediatas e vivas. É freqüentemente eficiente, às vezes generoso, mas também precipitado e impaciente.

Um homem de sucesso nos negócios que oferece à sua mulher todo conforto e luxo possível para satisfazer seus desejos materiais, não obstante, deixa-a insaciada no nível emocional, terminando por perguntar a si mesmo, pesaroso e ressentido, por que ela está insatisfeita, inquieta e por que – como ocorre com frequência – ela quer deixá-lo.

É geralmente inteligente, mentalmente ativo, empreendedor e encontra rapidamente os métodos corretos, mas somente quando se trata de problemas práticos e concretos. Quando lida com questões filosóficas, idéias gerais e questões subjetivas, perde o interesse e desiste do argumento, qualificando esses temas de superficiais, pouco práticos, abstratos demais e “que não chegam a parte alguma”.

Esse tipo pode obter o máximo de resultados com o mínimo esforço de gasto, de tempo e de materiais. Essa qualidade torna-o capaz de executar a importante função de contribuir para a evolução da humanidade, utilizando e aperfeiçoando tudo o que existe no mundo exterior. Devemos a ele a realização prática das idéias humanas.

A dificuldade básica é a tendência em adotar uma atitude materialista que facilmente conduz à excessiva estima do valor das conquistas materiais e do sucesso financeiro.

Balance Heart And MindAs tarefas psicossintéticas desse tipo são:

  1. Reconhecimento do mundo intangível, das qualidades espirituais e da beleza; o desenvolvimento dos sentimentos superiores e a arte da contemplação, que lhes possibilitam sondar as profundezas de seu interior, bem como galgar as alturas das emoções, do pensamento e da vida transpessoal.
  2. Liberação do apego, culpa, excesso de crítica, má vontade, inveja e ressentimento.
  3. Desenvolver a generosidade, compaixão e empatia.

São sete tipos psicológicos. Em cada um de nós há uma mescla dos sete tipos e um é o predominante. Podemos, por motivos externos, passar a agir a partir de outro tipo psicológico por defesa, para agradar, ser aceito, reprimir ou ocultar nosso tipo “original”.

Observe seu comportamento no lar, com a família, no trabalho, socialmente e, principalmente, seu modo de pensar e tomar decisões.

No próximo artigo você conhecerá o Tipo 4 – Criativo-Artístico

Abraço fraterno!

Life Coaching Sistema ISOR
Terapia Cognitivo-Comportamental
Psicossíntese e Constelação Familiar
Terapias Complementares
+55 11 2046-7227 ou +55 11 98803-4140 (WhatsApp)

Deixe seus comentários:

Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *